A Primeira Transa de Uma Mulher – perguntas e respostas

A Primeira Transa de Uma Mulher – perguntas e respostas – vídeo – Dúvidas, perguntas e respostas nos comentários. Todas as mulheres ficam imaginando como será sua primeira transa. Imaginam o homem ideal, suas características físicas, o local mais interessante onde vai rolar a primeira vez. As fantasias com o que poderá vir acontecer, são as mais variadas possíveis, passando de um simples encontro no carro, apê, motel, sem maiores divagações, à noites de sonhos realizados intermináveis, onde tudo o que foi pensado (nem tudo) pode acontecer!

A Primeira Transa de Uma Mulher - perguntas e respostas - vídeo

A Primeira Transa de Uma Mulher – perguntas e respostas – vídeo

O que ocorre nesses momentos que precedem a transa real é uma enorme carga de pensamentos confusos, porém perfeitamente possíveis de serem concretizados na cama, ou seja, se você deseja ficar com determinado rapaz, sabendo usar de seu charme e sedução, provavelmente isso irá acontecer. Agora podemos ver um quadro muito interessante: tudo bem, você conseguiu seduzir aquele rapaz, foram para um lugar especial (pode ser no quarto de casa mesmo, seu ou dele), e na hora da coisa rolar, você se sentir totalmente estranha, e se perguntar “o que é que eu estou fazendo?” e, de repente, o seu desejo acabar?

A verdade é que a ansiedade acumulada durante todo esse tempo pode fazê-la antecipar sua primeira vez, aí você chegar à conclusão de que não era ele a pessoa certa, tampouco era o seu momento. Ou, ainda, ele pode não corresponder às suas expectativas, agindo afoitamente, ou mesmo sendo bruto em suas ações, mostrando a você um lado que você ainda não conhecia.

De qualquer maneira – e isso serve para homens e mulheres – a primeira transa nem sempre é como a idealizamos. Na hora decisiva, se um dos dois não estiver totalmente à vontade: com medo da nova situação, vergonha do próprio corpo exposto, ou com os nervos à flor da pele, podem acontecer coisas não muito agradáveis a você, a ele, ou a ambos. Por isso, é bom que a primeira transa aconteça dentro de um relacionamento mais longo, onde os dois se conheçam bem, já estejam na fase das preliminares, onde os amassos já são mais ousados. A tendência é dar certo, pois os ingredientes para sua primeira vez já estão todos na mesa (cama): já se beijaram, se abraçaram, tocaram seus sexos, se experimentaram…

Pode acontecer – e de fato acontece, e como! – de você acabar tendo a sua primeira transa com um estranho, depois de uma balada, uma festa na casa de uma amiga, etc. Aí, aconteceu e ponto! Nada de ficar se culpando por algo que aconteceu sem você ter planejado, isso é mais comum do que você pode imaginar.

A primeira vez de uma mulher é inesquecível, seja pelo fascínio de descobrir a plenitude de sua sexualidade, o sentimento saciado do desejo, a experiência realizada até o fim. Certamente, não será a melhor transa de sua vida, quer pela sua pouquíssima experiência (ou a dele), somada à toda a ansiedade provocada pela espera.

Dicas para uma transa legal:

* estar muito afim do rapaz
* estar se sentindo bem à vontade, com ele
* estar sóbria (não beba exageradamente, depois você nem se lembrará do que fez sexo, e o pior: com quem transou!
* não fique esperando um príncipe encantado e um Dom Juan (é muito difícil acontecer, e pode gerar em você sentimentos de fracasso e frustração
* estar certa que o momento é esse
* em hipótese alguma aceitar usar drogas para “se soltar”, você fica presa à dependência, depois
* para a sua proteção, tenha sempre preservativos em sua bolsa, nunca faça sexo sem camisinha, além de você poder contrair doenças sexualmente transmissíveis, como a AIDS, por exemplo, ainda poderá sofrer as consequências de uma gravidez indesejada e inoportuna. Previna-se!!!


Tudo acontece a seu tempo!

Tudo sobre o namoro: manual para garotas, sexualidade, traição, infidelidade, amor, romance, paixão, dicas, testes, pesquisas, sexualidade, verdades e mentiras, sexo, inveja, vídeos
gostou? compartilhe!Share on LinkedInPrint this pageShare on RedditShare on TumblrTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+Share on Facebook

Related Post

120 Responses

  1. Thifany disse:

    Oiie meu nome é thifany tenhoo 17anos mais dia 12 d maio faço 18 e ainda sou viirgem!eu me considero uma pessoa bem conservada pra tah esperando tantoo tmp assim.eu tava namorando cm um rapaz d 24 anos e prometii a elee q depois q eu fizesse meus 18 anos eu transaria cm elee mais eu termineii cm ele ah 2 semanas,e outra nunca tive vontade d fazer nada cm elee!eu sou do tipo d ficar muitoo esitada.ja tive varias oportunidades d perde das primeiras vezes eu so naum perdii pq eu era neurotica tinha medo d sentir dor,engravidar essas coisas mais agr eu to mais relachada bem relachada!eu sou do tipo q gosto de por a mao la no menino e q elee me ponha tbm sinto um tesao inesplicavel!nessa semana qualse q eu perdii mais o menino naum conseguiu penetrar eu tava tao tranquila mas por parte do garoto naum deu demorou tanto q eu desistii e fuii durmii! Mais eu garanto q desse ano naum passa!

  2. Danielly disse:

    Minha primeira vez foi boa, eu acho que poderia ter sido pior se fosse com outra pessoa. Foi meia estranha,foi com o melhor amigo do meu namorado(na época meu namorado). Foi na casa dele,eu e meu namorado estavamos brigados eu fui lá com o melhor amigo dele e acabou acontecendo. Doeu?? doeu. mais não muinta coisa,poderia ter sido pior. eu gostei e ele também,porém não namoravamos e nem namoramos então não foi nada comprometedor,mais eu nunca vou esquecer. Quanto ao meu namorado??? ele já se conformou,foi tudo culpa dele mesmo,ele praticamente me jogou nos braços do amigo dele. sou má hahaha’ beijos da Dany

  3. @Ana Paula

    Normal o corpo ficar dolorido, afinal não é toda hora que você faz isso. O sexo desgasta, menina kkk. Aquele vem pra cá, vai pra lá, mexe daqui, mexe dali… realmente dá canseira. Mas, quando se concretiza a consumação dos desejos … Ah, que delícia.

    As primeiras vezes não são lá grande coisa. O seu corpo precisa se adaptar. Quanto ao hímen, há diversos tipos: uns rompem-se facilmente, enquanto outros demoram um pouco mais. Nada de anormal nisso.

    As dores nas primeiras podem ser frequentes, sempre dependendo da anatomia de cada mulher (e dele, também), bem como da disposição quanto ao sexo (vontade, desejo), além de todo aquele lado psicológico.

    Por isso, sempre é bom estar-se certa de que é o momento da transa. Esse momento tem que ser especial, mas tem que ser curtido a dois, para que seja relembrado como algo muito, mas muito bom, e dê vontade de repetir a dose muitas vezes.

    Camisinhas nos rapazes, essa é a única garantia de prevenção às DSTs, além de evitar gravidez indesejada.

    Bom romance :-)
    Bjús

    @Kelly

    Você deve ter sempre a palavra final. Se você julga ser precoce transar com o seu namorado, é porque você tem suas razões para isso. Cabe a ele, como um cara legal, aceitar sua vontade.

    Pode ter certeza de uma coisa: se for para acontecer, no momento certo, isto é, no “seu momento” as coisas rolarão numa boa.

    Ele saberá esperar, mesmo porque existem as brincadeirinhas que podem ajudar a acalmá-lo (você sabe do que falo :-)

    Bjús

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>