Não pagar mico em baladas – para elas e eles

Você já pagou mico em baladas, do tipo beber além da conta e dar um vexame? Algumas dicas de como não pagar mico em baladas e festinhas são básicas, evitando que você seja vítima de muitos perigos a que estão expostas as pessoas sem muita experiência nesse tipo de evento. Quer saber como? Então, vamos a elas:

Não misturar bebidas

Essa regra é uma das principais e requer conhecimento de sua tolerância ao álcool, portanto não misturar bebidas é, pelo menos, uma forma mais simples de evitar ficar bêbada(o) numa festa, balada, ou reunião de amigos.
Se você está tomando cerveja, que é uma bebida fermentada, nunca misture com vódca, por exemplo, que é uma bebida destilada. A combinação de ambas pode trazer a embriaguez.

Procure ficar com a bebida que você iniciou a noitada, se for cerveja ou vinho, que são bebidas fermentadas, vá de cerveja ou vinho até o final. Caso goste mais de bebidas destiladas: vódca, conhaque, rum, uísque, licor, caipirinha, batidas em geral, vá mais devagar, porque além de bem mais fortes, podem demorar muito menos tempo para deixar as pessoas bêbadas. Vá devagar com seus destilados.

Nunca ingerir bebidas com o estômago vazio

Essa é uma dica bem básica, porque as pessoas costumam beber sem se alimentar, dái o porque das vertigens, da boca mole, da embriaguez rápida. É necessário se alimentar antes, durante e depois da balada.
Verdade: começar a beber sem ter se alimentado turbina o efeito da bebida, isto é, torna possível em poucos minutos a absorção do álcool em seu organismo. Isso ocorre por falta da alimentação, ou em muitos casos, intolerância ao álcool.

Mentira: tomar aquele comprimido conhecido para evitar a ressaca antes de começar a beber funciona mesmo? Não, isso só é possível se beber moderadamente, de acordo com seu organismo, e sempre estar “mastigando” algum alimento. Barriga vazia + bebida alcóolica = bebedeira e mico.

Olho no seu copo

Essa é bem interessante, porque no meio do agito você nem pode perceber que alguém “turbinou” seu copo de bebida com comprimidos e ácidos. Por isso, numa festa, balada, ou quando for num agito onde haja muitas pessoas desconhecidas, nunca aceite o copo de outra pessoa, nem mesmo por um segundo deixe de ficar atenta(o) ao seu copo.
Verdade: há muitos relatos de casos graves envolvendo bebida adicionada de comprimidos e ácidos. Nunca apele para esse “coquetel”, porque você não sabe que tipo de “veneno” está adicionado naquele copo, muito menos as consequências que podem trazer para seu organismo.
Verdade: homens (sem escrúpulos) usam o truque conhecidíssimo de embriaguar as menininhas para depois fazerem sexo fácil, na verdade é uma forma acintosa de estupro.

Lembre-se: nunca se espelhe em outra pessoa, porque ela bebe bastante, é sociável, sempre está alegre e rodeada de pessoas… Cada organismo é único, e em cada ser humano pode desencadear inúmeros fenômenos: da bebedeira ao coma.

Curta bem sua balada,
confie somente em você:-)

Tudo sobre o namoro: manual para garotas, sexualidade, traição, infidelidade, amor, romance, paixão, dicas, testes, pesquisas, sexualidade, verdades e mentiras, sexo, inveja, vídeos

Deixe sua opinião aqui! Comentários com links não serão aprovados, sorry!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: