Mão boba de namorado – até onde é legal?

Mão boba de namorado – até onde é legal? Até onde eu posso permitir? O que é considerado normal num namoro, e o que já é querer se aproveitar?

Esse pequeno manual tem como maior finalidade alertar as garotas para os riscos que correm quando estão em começo de namoro, portanto sem nenhuma experiência.

Como saber se ele está desrespeitando minha vontade?

Existem limites para isso, ou tudo não passa de caretice?

Olá amiguinhas do Namoro na Boa 😉

Parece muito complicado tudo isso, mas vamos devagar com as coisas que elas se encaixam (no bom sentido das palavras). Os homens, em geral, são mais atirados que as mulheres, principalmente quando na adolescência.

Por isso, eles tentam conseguir tudo que podem das suas namoradas, e o melhor caminho para que eles explorem essas possibilidades é através da famosa “mão boba”.

Se a garota, por falta de experiência, deixa ele fazer o que quiser com as mãos, pode ter certeza de que ele não se dará por satisfeito somente com isso: vai querer mais, até chegar no objetivo final.

Mão boba de namorado – até onde é legal

Mão boba de namorado - até onde é legal
Mão boba de namorado – até onde é legal

Pode ir tirando o cavalinho da chuva

Os limites são apropriados, e não têm caretice nenhuma em tomar essa atitude: diga “não”, pode ser com jeitinho, ou na seca mesmo.

Trata-se de uma questão de respeito próprio e não tem nada a ver com modismo. As garotas devem saber que cedendo à todas as vontades de seus namorados muito provavelmente serão usadas, e depois disso não há garantias de que esses mesmos garotos estejam interessados em continuar com o relacionamento natural:

só vão querer levá-la à cama, é isso e nada mais.

Estabelecer certos limites é relativamente simples, basta entender qual é a intenção do rapaz. O que ele quer? Te conhecer melhor, saber dos seus gostos, seus sonhos, compartilhar ideias e ideais, ser um bom companheiro e amigo, ou te levar para cama, simples assim.

Como ele vai conseguir isso? Explorando o seu corpo e, se você deixar, certamente vai até começar a te importunar.

Tá bom, e se eu deixar ele me tocar ? Ele vai querer mais, e para isso meio caminho já foi percorrido… e muito rapidamente.

Não há nada errado na postura de uma garota que coloca certos limites, principalmente no início de um namoro.

Primeiro, porque não conhece o carinha e, depois, porque é preciso valorizar-se, sabendo que o objetivo principal dele provavelmente é levar você à cama.

Não seria melhor ir mais devagar, dando tempo para que ambos se conheçam mais, se curtam mais, construindo um relacionamento mais amplo do que um relacionamento por atração e consumo, simplesmente?

Claro que as meninas sentem a química da atração, mas é preciso colocar na balança as considerações acima: será que depois de “dormir” comigo, ou mesmo de ter toda a liberdade em relação ao meu corpo, ele vai realmente ficar comigo porque gosta de mim?

Tudo a seu tempo. O namoro serve para isso, acertar a sintonia dos namorados, no carinho, no companheirismo, no respeito, na tolerância, e nos limites de cada um, além de ir preparando ambos para sua parte bem legal: ambos curtindo o que um oferece ao outro, em todos os sentidos.

Pensem nisso, meninas.

Bjús 🙂

Tudo sobre o namoro: manual para garotas, sexualidade, traição, infidelidade, amor, romance, paixão, dicas, testes, pesquisas, sexualidade, verdades e mentiras, sexo seguro, inveja, vídeos

Deixe sua opinião aqui! Comentários com links não serão aprovados, sorry!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: