internet: o mundo da paquera digital – dicas e utilidades

internet: o mundo da paquera digital – dicas e utilidades – A paquera na internet não é coisa nova, disso sabemos. Mas, o que faz algumas pessoas obterem mais sucesso na paquera do que outras? Porque a paquera na internet pode ser interessante e ao mesmo tempo frustrante? Ganhar um gatinho na internet é mais fácil do que ganhar um gatinho na real? E aquela gata da internet, será que eu descolo? Ah! tem mais: será que corro riscos, quando estou paquerando um garoto que nunca encontrei antes?

Transformar paixões, tesões repentinos, desejos nunca dantes manifestados, suspirinhos ao ver corpos maravilhosos e devidamente malhadinhos e sarados, amores arrebatadores, possíveis encontros ao vivo e “em cores”, na real, com cheirinho, tato paladar e visão além dos 3D. Essas coisas podem acontecer, desde que existam situações favoráveis, como em qualquer paquera ocorrida fora do mundo virtual. Vamos dar as fichas para facilitar sua paquera na internet, de olho no lance 🙂

Antes de mais nada – a Dica Fundamental: Não troque sua vida “real”, que inclui: festinhas entre amigos, baladinhas legais, cineminhas da hora, passeios nos shoppings, praia, campo, etc., por uma “aposta radical na internet”. Como se sabe, o legal da vida é vivê-la de verdade, não somente no mundo virtual. A internet é uma aventura, pode-se descobrir coisas fascinantes, encontrar e reencontrar amigos e pessoas queridas, encontrar uma boa paquera, namorar e casar até, porém é aquela coisa que te prende à frente do notebook ou PC, e acaba deixando para trás tudo que a vida real pode te proporcionar ao vivo, e em todas a sua plenitude de dimensões!

“Baixando” o Facilitator Namoro na Boa

(estamos nos referindo às meninas, mas cabe perfeitamente para os meninos, ou seja: unisex, sem preconceitos 🙂

Escolha uma rede social, onde você tenha possibilidade de ver e analisar muitos, de preferência centenas de prováveis candidatos a namorado virtual.

Dicas de 3 redes quentes para paquera na internet:
(clique na imagem para entrar no site)






Fazendo o perfil:

Capriche na foto. Para se dar bem, não adianta ir colocando a foto de uma gostosona, seja autêntica. Não se menospreze, julgando-se feinha, velha, magra, ou gorda demais ou, ou ainda, sem graça, sem tempero. Sempre irão aparecer pessoas (gatinhos e/ou gatinhas)que estarão interessadas em você, tenha certeza absoluta disso.

Dica de cor de roupa: Meninas e meninos que vestiam blusas e camisas em tons de vermelho chamaram 38% mais a atenção, segundo pesquisa. Assim sendo, vermelho neles e nelas!

Começando a seguir, conforme “seu interesse”.

É claro que você deve incluir prioritariamente garotos e garotas que moram relativamente perto de você, pelo menos na mesma cidade, ou estado… vai! Namoro de jacaré não dá certo, vai por mim que tenho larga experiência nesse assunto. É dar corda para a ilusão, e isso pode não ser bom para nenhuma das partes envolvidas, sacou?

Não adianta nada ficar seguindo caras que têm centenas ou milhares de seguidores e que não seguem quase ninguém. Esse tipo de garoto ou menina só quer se achar às custas dos trouxas que ficam seguindo. Portanto, se esse tipo vier a seguir você: “unfollow” sem pensar, não perca seu tempo com pessoas que se julgam “celebridades” (coitadinhos)

De olho nas postagens (timeline) dos prováveis candidatos

Preste atenção, na hora de adicionar um cara ou uma garota, se essa pessoa é ativa, isto é, se está sempre publicando links e papeando online. Esse pode ser um bom instrumento para que você possa jogar sua rede: quanto mais disponível… melhor!

Selecione o tipo predileto

Hora de você ir adicionando (quanto mais melhor, da quantidade se faz a qualidade!) os caras e as garotas que fazem o seu tipo. Cuidado com fakes, eles estão por toda a parte, e é por isso que eu já disse acima o valor de se adicionar a foto autêntica, e de preferência atualizada!
A não ser que você queira só ficar nos amassos virtuais, quiser massagear seu ego, tirar uma onda. Aí, é por sua conta e risco, o “facilitator Namoro na Boa” não funciona com fakes.

Partindo para a sondagem inicial

Comece a manter um diálogo com alguns, num primeiro momento. Lembre-se da regrinha básica: no começo procura-se a quantidade, depois a qualidade. Isso, permitirá um maior entrosamento e conhecimento prévio das pessoas-alvo: gatinhos e /ou gatinhas, evitando-se micos futuros, do tipo: o cara é muito criança, a garota é isso ou aquilo, enfim, tente fazer uma amizade superficial, de início.

Apertando o cerco

Depois de alguns papos, provavelmente os mais saidinhos irão chegar babando, assim como as gatinhas, também. Cabe a você fazer a separação do que é possível,do que não é. Por exemplo: muito distante, muito papudo, mentiroso, egoísta, apressadinho demais, e por aí vai.
Esse antigo ditado pode ajudar: quando a esmola é muita… o santo desconfia!

Porém, não precisa entrar naquela neurose do tipo “é muita areia pro meu caminhãozinho”. Primeiro: você realmente não sabe se o garoto ou a gatinha é, realmente, “tudo isso”, depois porque você também tem que se valorizar. Pessoas são um conjunto de qualidades, boas ou más. Portanto, somente se interessar pela embalagem é um critério de escolha muito superficial, frágil e vazio, e pode ser um tiro no próprio pé.

Se você julgar que o negócio vale a pena, invista nisso e ataque também, coloque as suas unhas para fora, solte a franga, mostre serviço, atitude é bom nessa hora.

Tudo quase lá

Bom, já definido o alvo, quer dizer o gatinho ou gatinha já está escolhido, é hora de marcar o encontro. Não se envergonhe de ser a primeira ou primeiro a propor, não tem mais essa de que o garoto tem sempre que convidar, que isso é coisa para homem fazer… tudo blábláblá. Convide para sair, é sua oportunidade de que ele ou ela joguem na sua praia, entendeu? Você escolhe o lugar, onde seja mais “conveniente” para você, onde se sinta melhor. Essa é sua melhor arma de sedução, e ao mesmo tempo de segurança. Afinal, ele, ou ela, veio te encontrar a seu pedido, e dentro de “seu ambiente”. Isso te fortalece e te deixa relaxada para esse importante evento.

Fazendo o Ceckup de segurança

Convide ele ou ela para um papo mais pessoal, mais chegado. Para isso, você pode usar o MSN, o Google Talk, o Messenger, enfim, você escolhe o seu chat. Com essa ferramenta, você poderá obter inclusive informações visuais do candidato ou candidata. Isso mesmo, dá para ver, através da webcam, a carinha do ou da pretendente. E, também, pode ser uma excelente maneira de você “espantar” um provável fake.

Peça para ele te ligar, dê seu celular para ele, ou ela, e aproveite para colher informações adicionais, além de conferir o DDD, etc.

Você chegou lá, e graças a seu esforço e dedicação (além do seu tempero especial de qualidades)

Bem, suponho que agora já esteja “tudo em ordem”, e que, agora, possa tomar conta do relacionamento numa boa. Caso não dê certo de primeira… tente outra vez, modificando alguns procedimentos e atitudes. A vida é assim, quem não arrisca….

Eu espero que você se dê bem logo de cara, mas haverá bastante tempo para que amadureça a sua “pegada na internet”, basta insistir, sem ser pegajosa, saber o “time” certo das coias, e seguir alguns conceitos básicos contidos nesse mini manual, feito com muito carinho para você.

Bjús 🙂

Tudo sobre o namoro: manual para garotas, sexualidade, traição, infidelidade, amor, romance, paixão, dicas, testes, pesquisas, sexualidade, verdades e mentiras, sexo, inveja, vídeos

Deixe sua opinião aqui! Comentários com links não serão aprovados, sorry!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: