namorar com pessoa de outra religião

namorar com pessoa de outra religião – Namorar ou casar com pessoa de outra religião é uma das situações mais normais, pelo menos em países democráticos, onde as leis protejam o livre credo e, certamente, onde não existe fanatismo religioso ou, ainda, em certos países onde se acertam os casamentos.

namorar com pessoa de outra religião
namorar com pessoa de outra religião

O que acontece é que, em muitos casos, os pais não deixam as garotas ou rapazes sequer namorarem com pessoas de outras religiões. Querem impor, a qualquer custo, as leis que, pelo que entendem, ou são, de certa forma, convencidos e obrigados a seguir, mesmo que seja a custo de perda de liberdades pessoais de membros de suas famílias.

Existem, em nosso país e em outros países democráticos milhões de casos, onde os conjuges são de diferentes religiões, mas convivem em plena harmonia.
Portanto, amiga ou amigo, religião não é motivo para separar pessoas que se gostam e se curtem, porque cada um é livre para decidir o que é melhor para sua vida, seja na escolha da profissão, da escolha de seu companheiro, seja de religião, ou até a falta dela.

Se você é maior de idade, e realmente gosta muito de alguém e essa pessoa é de outra religião, não desista de seu sonho, tente conversar, primeiro, com seus pais e, em caso negativo, exponha a eles a Lei Maior do Brasil. Se, mesmo assim, eles mantiverem sua oposição ao relacionamento, comece por namorar às escondidas, procurando saber se vocês dois terão uma vida juntos que valha a pena e, depois, enfrentem o problema juntos. Caso necessário for, contratem um advogado, para que, em último caso, seja lhe facultado o direito da livre escolha.

Na verdade, obrigar os filhos a somente terem relacionamentos com pessoas da mesma religião, é uma arbitrariedade, um preconceito, ilegal para o Estado de Direito em que vivemos, prevista em nossa Constituição, a seguir:

Constituição Federal de 1988

Nós, representantes do povo brasileiro, reunidos em Assembléia Nacional Constituinte para instituir um Estado Democrático, destinado a assegurar o exercício dos direitos sociais e individuais, a liberdade, a segurança, o bem-estar, o desenvolvimento, a igualdade e a justiça como valores supremos de uma sociedade fraterna, pluralista e sem preconceitos, fundada na harmonia social e comprometida, na ordem interna e internacional, com a solução pacífica das controvérsias, promulgamos, sob a proteção de Deus, a seguinte CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL. Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes: VI – é inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e a suas liturgias;

Tudo sobre o namoro: manual para garotas, sexualidade, traição, infidelidade, amor, romance, paixão, dicas, testes, pesquisas, sexualidade, verdades e mentiras, sexo seguro, inveja, vídeos

Deixe sua opinião aqui! Comentários com links não serão aprovados, sorry!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: