5 passos para encontrar a pessoa ideal



5 passos para encontrar a pessoa ideal
4.5 (90.09%) 113 votes

5 passos para encontrar a pessoa ideal – encontre a pessoa ideal para namorar, através desse simples manual, prático e bastante simples de entender e colocar em prática. Assim, desde o começo do relacionamento, as chances de que seu namoro dê certo estarão muito potencializadas, porque você terá descoberto como se adaptar, pois é disso que se trata um relacionamento: adaptação de um para com o outro.

5 passos para encontrar a pessoa ideal
5 passos para encontrar a pessoa ideal

•1 – Esteja preparada(o) para se adaptar a ele(a)

Num relacionamento que se propõe mais duradouro, é fundamental já manter a mente aberta às mudanças, porque elas virão, e você deverá modificar certas coisas na sua vida. Não existe relacionamento sem que se dê algo em troca, e não estamos falando necessariamente sobre sexo. Num bom relacionamento são necessárias concessões de ambos os envolvidos. Portanto, se você é egoísta… comece a fazer autoanálise, porque vai precisar ceder.

2• – Escolha o simples, ao invés do complicado

Muitas mulheres e homens escolhem (ou são escolhidos) por pessoas complicadas, de difícil entendimento e comportamento fazendo, assim, com que o relacionamento seja muito mais de cessão (você mais dá), do que de troca, tudo isso em nome da harmonia. Com o tempo, isso tende a se deteriorar, e você começará a não ceder mais, visto que não há troca, e o relacionamento se esvai, ou se arrasta para a melancolia do fim. Por isso, antes de começar um namoro, procure estar certa de que escolheu (ou foi escolhida(o)) por uma pessoa simples, daquelas que, somente de conviver alguns minutos, já se pode ter uma visão geral de como ela funciona, qual seu comportamento, a maneira de compartilhar coisas, se expressar, e por aí vai.





Nota – Há casos em que você poderá se apaixonar por uma pessoa complicada demais, e assim sendo, não existem formas de defesa prévia, porém já é sabido que um lado somente cederá, e este será o seu. Acostume-se a lidar com isso, pelo menos enquanto a paixão dure!

3• – Seja franca(o) desde o primeiro dia, e peça o mesmo em troca

Num relacionamento legal, a primeira coisa que deve ser levado em conta é a verdade, seja ela dura ou não. Quando um namoro começa com mentiras, a tendência é que essas aumentem na mesma proporção do tempo em que se está junto com alguém. A desconfiança chega a tal ponto que, a situação fica incontrolável e você ou ele(a) decidam acabar com a farsa e “tirar o time de campo” ou, numa hipótese tosca, ambos finjam que tudo está bem, quando se sabe, de antemão, que se convive com a mentira.

•4 – Seja humilde, e deixe o orgulho de lado

Obviamente, se espera o mesmo comportamento do namorado ou da namorada porque, em muitos casos, o orgulho pode determinar o fim de um relacionamento que prometia ser bastante interessante. Se precisar pedir desculpas ou perdão, faça isso sem demora. Haja com rapidez, não deixe as coisas esfriarem. Depois de algum tempo distante, por causa de um mal entendido ou um erro seu, ou dele, e sem a reparação disso, com um pedido de desculpas ou mesmo perdão, tudo fica no ar, e a possibilidade do fim do namoro é muito mais que provável.

•5 – Saiba dar e receber prazer

Não é necessário descrever o início de um namoro, porque é tudo novo, e muito prazeroso, desde os beijos, aos amassos, à cama. Tudo é (quase) perfeito). Mas, ao começar um relacionamento sexual, é importante que ambos, você e ele(a), saibam dar e receber prazer, incluindo aí, as posições prediletas de cada um, as partes mais sensíveis suas e dele(a). E, para ele(a) saber que está indo bem, nada melhor do que mostrar-se satisfeita, quando a transa foi ótima, ou mostre o mapa da mina, de como você gosta de fazer amor, o que mais te agrada, etc. Não dá para manter um relacionamento onde um não complete o outro, pelo menos na cama (ou fora dela, entendeu, né?!)

Nem comentaremos aqui sobre ciúmes, numa dose certa, sem exageros, até que rola, passou disso vira obsessão, processo de possessividade, como se alguém pude-se, de fato, possuir alguém, como um objeto.

Evidentemente, nem vamos colocar como passo, mas companheirismo é fundamental para qualquer relacionamento, isso mesmo, a amizade no capricho, isso que determina a cumplicidade, o compartilhamento, o cofre dos segredinhos inconfessáveis, a ajuda, quando o outro precisa, o ombro amigo, a compreensão, a solidariedade. Sem isso, nada durará.

Boa sorte no amor e na vida.




Curta a nossa página no Facebook, mais que uma página, é uma comunidade, ajude-nos a chegar a 5000 membros

Namoro na Boa no Facebook

Deixe sua opinião aqui! Comentários com links não serão aprovados, sorry!

%d blogueiros gostam disto: