Encontros somente para sexo – opção segura? – dicas

Gostou? Dê sua nota

Encontros somente para sexo – opção segura? – dicas. Relacionamentos casuais, sem garantias de compromissos? Para quê relacionamentos afetivos que, via de regra, acabam me tomando todo o tempo livre e, não bastasse isso, ainda deixam profundas marcas e ressentimentos?

Ora, os tempos mudam, assim é a evolução, penso.

É claro que a mulher pode manter relacionamentos casuais, somente com o propósito de uma boa transa, sem nada mais esperar do que bons momentos de prazer e gemidinhos. Foi-se o tempo em que somente os homens tinham essa poderosa opção para seu bel prazer. Como dissemos… a fila anda, e o show tem que continuar. Ademais, trata-se de uma questão de prioridade: para quê ficar enrolada com alguém simplesmente porque sente tesão?! Já estava mais do que na hora.

Como tudo que é novo, pode exigir determinado tempo para ir se acostumando às novas regras e práticas, enfim, mudanças que são exigidas às mulheres que, doravante, pretendem apenas ter como “ganhos” seu próprio prazer, sem levar na bagagem o peso de um relacionamento afetivo. Evidentemente, quando se fala em sexo, dos bons, imagina-se logo um casal perfeito, cujo relacionamento é invejável, onde ambos se derretem um pelo outro, e blá-blá-blá.

Mas, pensando bem, para as mulheres que já superaram essa “fase”, e que pretendem apenas se “divertir” um bocadinho, é mais aconselhável um relacionamento casual, sem vínculos anteriores, sem mágoas e ressentimentos para se deitarem juntos à cama. Sexo é bom, faz bem e pode ser extremamente satisfatório, não havendo maiores pretensões amorosas, só prazer. Basta estabelecer o sexo casual como atividade costumeira, e ponto final.

Pode-se começar por mudanças nos hábitos. Principalmente, nos locais onde se ia anteriormente. Afinal, não se pode correr o risco de “engatar” um velho romance, ou “desatolar” uma velha paquera. Nada disso! O negócio é inovar, tudo.

Locais adequados:

Dependendo de sua faixa etária, esteja certa de conferir a frequência dos novos barzinhos, boates, clubes, enfim, locais onde a paquera rola solta. Para isso, consulte os mecanismos de busca na internet, ou converse com outras pessoas, pedindo dicas de locais mais interessantes.

Visual discreto

Para se fazer notada nesses novos locais, não é necessário exagerar no look, quanto mais discreta e à vontade se sentir, mais atrairá companheiros que agem dessa mesma forma.

Postura da gata

A postura tem que ser “atualizada”. Agora, você vai à caça, também. Portanto, olhares diretos (daqueles de matar), quando o homem for suficientemente gostoso para merecê-lo. Sonde-o bem, primeiramente. Note suas preferências, todas. Mostre-se interessada e, se for o caso, tome a iniciativa da abordagem. usando do seu bom senso, para trabalhar bem a sua presa. Não esqueça de provocar os desejos dele. Palavras jogadas ao acaso, nesse sentido, são muito bem-vindas. Use e abuse de sua sensualidade, com as mãos passando nos cabelos, lábios (umas mordidinhas… hummmm) e, se a coisa for fluindo a contento, fale umas palavrinhas ao pé do ouvido. Ele não vai se segurar, acredite.

Papo prevalente

Nada de meiguices e de contar seu passado amoroso. Mostre, desde já, qual é a finalidade desse “papo”, não deixando dúvidas de seus propósitos. Há meios de se fazer isso, sem que você pareça uma loba no cio, basta que as palavras estejam sempre sintonizadas com o clima. Visualize toda a situação como caçadora e presa, ao mesmo tempo, para evitar dissabores quanto a “quem ganhou quem”. É só lembrar que. às vezes, deixar parecer que foi conquistada, tem maior efeito do que conquistar. Pode enganá-lo, sim!

Para depois do rala e rola

Bem, a situação é nova mas, você já deve ter deixado clara sua intenção a ele de que se tratava de um encontro casual. Nada impede que você repita, desde que tenha sido bem interessante, e o seu objetivo tenha sido alcançado com muuiiiiiito prazer. O que não se pode fazer é dar abertura para que ele pense que você se ligou nele, como num romance completo. Não, isso não rola para esse tipo de atividade. Por isso, faça-o entender das regras do “seu” jogo.
Será bom para ambos, se você conseguir manter a relação nesses termos, senão… corre-se o risco de voltar às origens, pondo toda essa evolução no ralo do esquecimento.

Descubra-se sem vínculos, somente com prazer. É muito bom, se você conseguir.

Boa sorte

Tudo sobre o namoro: manual para garotas, sexualidade, traição, infidelidade, amor, romance, paixão, dicas, testes, pesquisas, sexualidade, verdades e mentiras, sexo, inveja, vídeos

Deixe sua opinião aqui! Comentários com links não serão aprovados, sorry!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: