ódio do ex ou de uma pessoa

ódio do ex ou de uma pessoa
Gostou? Dê sua nota

ódio do ex ou de uma pessoa – odiar não é um sentimento que faz bem a ninguém, traz ressentimentos, mágoas e sofrimento. A melhor coisa a se fazer, quando o sentimento de ódio se instalar no coração e na alma, é fazer uma reflexão, buscando dentro de si mesma(o) se realmente vale à pena carregar tanta energia negativa nos seus ombros.

Muitas vezes, quando o relacionamento termina, a tendência é que um ou ambos sinta ódio do outro. Normal, pode ter ocorrido uma traição (de maneira ampla), uma mentira que te fez mal, uma situação vexatória, perante outras pessoas, ou pura maldade mesmo. Mas pense: será que seu sentimento de ódio, vingança, revanchismo, todo o ressentimento e mágoa que você carrega dentro de si não é legal?

Porque viver odiando alguém, se essa pessoa provavelmente nem esta aí para seus sentimentos ou, ainda, pode estar sendo prejudicada pela energia negativa emanada de suas vibrações de pensamentos toscos?! Vale a pena viver assim em conflito, sem ter paz de espírito, se o que aconteceu já é passado, o tempo levou, e você quer ainda viver ressuscitando essa situação.

Sim, porque o ódio é uma forma de vingança, ou seja, com esse sentimento o que se quer, na verdade, é ver a pessoa que você odeia sofrer, mas sempre sobra para quem odeia, a sensação ruim de que se está revivendo tudo aquilo de novo.

O bom seria esquecer tudo, começando a perdoar a si mesma(o) por se sentir, de alguma maneira, culpada(o) pelo fracasso da relação e, além disso, perdoar a pessoa a quem tanto você odeia. E quais os benefícios disso, você me perguntaria, e eu poderia descrever uma lista imensa deles, mas que vou resumir em algumas palavras:

Perdoar a si própria e alguém que cometeu um erro (grave ou não) contra você, é se libertar das dores da amargura e do ressentimento. É ficar livre para uma nova experiência, com boa base de sabedoria para não cair ou cometer os erros passados. É se libertar da solidão e das trevas de seu coração, e poder voltar a sorrir.

Comece hoje mesmo a pensar, pelo menos, no assunto. Depois, comece a se libertar de todas as amarras do passado que te fizeram infeliz. Perdoe-se, perdoe ao outro ou outra. Não é necessário ficar amigo de novo e nem morrer de amores por quem te fez sofrer, mas é, sobretudo, uma atitude que te levará para um novo tempo onde, certamente, a felicidade encontrará um caminho curto para entrar em sua vida!

Lembre-se: odiar é viver um passado triste, que hoje já não existe mais, somente o sentimento ruim, que te faz ficar ainda mais triste e insensível.




Fique bem, cuide-se bem, e bjus 🙂

Deixe sua opinião aqui! Comentários com links não serão aprovados, sorry!

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: