perdoar a traição do namorado

perdoar a traição do namorado
Gostou? Dê sua nota

perdoar a traição do namorado  – perdoar namorado por traição não é uma tarefa simples, muitas coisas estão em jogo e precisam, antes de qualquer atitude, que a pessoa traída reflita pelo tempo necessário até onde é possível passar uma borracha nos acontecimentos e seguir a relação.

Uma coisa é certa: há diversas formas de traição, e para cada uma delas deve haver um procedimento, um modo de encarar a situação. Portanto, antes de tudo, é necessário situar em que tipo de traição se está vivenciando.

perdoar a traição do namorado
perdoar a traição do namorado

A traição da confiança, a meu ver, é a pior de todas, pois tem a ver com tudo que, antes, era tratado de uma maneira, mas que a partir da traição passa a ter uma vivência nova, totalmente diferente da anterior. Em outras palavras, não dá mais para confiar irrestritamente nele ou nela e, assim, o passado a dois deixa de existir, para se iniciar um novo ciclo do casal e, desta vez, com muito menos liberdades.

Flagrar o namorado ou a namorada com outra ou outro é um castigo bem grande e, para poder perdoar de fato, é preciso colocar na balança o quanto você ama quem te traiu e quanta importância essa pessoa tem na sua vida. É uma situação dificílima de ser lidada com sabedoria, sem misturar com raiva, indignação e até ódio e sentimento de vingança.

De qualquer maneira, antes de tomar sua decisão após ser traída ou traído, reflita bem, deixe passar um tempo antes de falar qualquer coisa a ele ou ela que possa, de maneira irreversível, por um fim à relação. Peça um tempo para poder perdoar. Aproveite esse tempo para colocar todas as coisas em seus devidos lugares, principalmente as emoções e os sentimentos, que nesse momento devem estar falando mais alto que seu poder de absorção do problema e, com isso, indefesa(o) da conciliação e do caminho para o perdão.

Perdoar é uma atitude que requer, antes de tudo, muita humildade, por isso tem que ser o perdão de seu coração, de sua alma, e não simplesmente um perdão verbal.

Uma outra máxima é certa: todos merecem uma segunda chance? Depende da situação, amiga, amigo. Depende do ato, da atitude que cometeu e que comprometeu a relação. Cada um de nós é livre para fazer suas escolhas pessoas e essas são baseadas em vivências, em experiências. Portanto, se errar é humano, cometer o mesmo erro duas vezes parece não ser uma boa ideia.

O importante é sua felicidade, decida-se por ser feliz!

Deixe sua opinião aqui! Comentários com links não serão aprovados, sorry!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: