Violência contra a Mulher – previna-se!

Violência contra a Mulher – Previna-se! – Como posso saber se meu namorado, companheiro ou marido é agressivo? Não é muito fácil essa resposta, porém alguns sinais são emitidos logo quando se conhece o homem. Por isso, fique atenta aos pequenos, mas não menos importantes, detalhes que podem te dar uma pista segura se ele é ou não agressivo.

Violência contra a Mulher - Previna-se!
Violência contra a Mulher – Previna-se!

 

No início do relacionamento, alguns homens já demonstram esses sinais, tais como, ficar com ciúmes de todos e de tudo que lhe cerca. Esse é um importante dado para que você se previna de pessoas desse tipo. Normalmente, esse homem vai acabar te isolando de todo convívio social, por causa do ciúme. Colocará uma série de restrições em seu modo de vida: “não vista essa mini saia, está tudo de fora.

Você quer que eu pareça um corno?” Ou, “melhor não deixar aquela sua amiga vir aqui muitas vezes, ela é péssima companhia, vai te jogar contra mim, você sabe que ela é galinha!” Mais, “vê se não deixa aquele amigo seu te beijar, o cara parece que vai te comer pelos olhos, não estou gostando nada disso, fique, então com ele!”

Outros homens vão apresentar esse comportamento mais tarde, depois que conseguiram te envolver, assim terão certeza de que você não vai ter forças para contradizê-lo. A maioria deles só apresentam esse lado oculto depois de algum tempo de relacionamento, uns por serem ciumentos demais, e assim sendo, agem de forma inconsciente. Já outros, fazem todo o planejamento antecipadamente, e na hora certa, mostram a verdadeira face.

Esses homens tornar-se-ão muito agressivos, quando se assegurarem que você está apaixonada demais para dizer não, ou para acabar com o relacionamento. A partir daí vem o perigo das agressões físicas, afora as ameaças verbais, que acabam tornando sua vida um verdadeiro inferno. Não tenha medo, na primeira agressão ou tentativa de agressão por parte dele, recorra à polícia. Não deixe o pior acontecer com você, e não tema as ameaças dele, é justamente aí que ele a domina: pelo medo e pelo terror!

Entenda que, se ele fez uma vez, e passou impune, fará mais vezes, pode ter certeza disso. As estatísticas mostram que a maioria das vítimas de agressão doméstica tinham
medo dos seus companheiros, nada mais do que isso “medo”! Não tenha pena de quem não tem o mínimo respeito para com você, além do que agressão, tanto física como moral, além de fazerem muito mal às pessoas fisicamente, podem deixar sequelas irreparáveis no futuro, pense nisso!

Se, assim mesmo, você achar que vale a pena, melhor consultar um especialista, um terapêuta de casais, um psiquiatra. Outro dado importante, muitos desses homens que parecem tão bonzinhos e carinhosos no início do relacionamento, já sofriam de distúrbios mentais, como: obsessão, ciúmes exagerados, agressividade latente, compulsividade (sexo, jogo, drogas, bebida alcoólica, etc).
Muitos, ainda, não apresentavam quadros clínicos de agressividade, porém com o uso de drogas e/ou o consumo de álcool podem ter feito dele um dependente químico e, nesse caso, somente com tratamento especializado, poderá ser um bom companheiro, ou ainda, voltar a ser uma pessoa saudável, um amigo, talvez!

Antes de assumir qualquer compromisso mais sério com qualquer homem, certifique-se desses pequenos detalhes, previna-se, cuide mais de você. Um relacionamento cheio de brigas, discussões e confusões não fará bem a nenhum dos dois. Nunca, em hipótese alguma, permita sofrer uma segunda agressão por parte de seu companheiro, recorra à Delegacia da Mulher mais próxima da sua residência, ou, na urgência de uma agressão ligue para 190. Não tenha medo, senão ficará escrava de um psicopata, e sofrerá todo o tipo de atrocidade por parte daquele homem que um dia você amou, agora… nunca mais!

Tudo sobre o namoro: manual para garotas, sexualidade, traição, infidelidade, amor, romance, paixão, dicas, testes, pesquisas, sexualidade, verdades e mentiras, sexo seguro, inveja, vídeos

14 comentários em “Violência contra a Mulher – previna-se!

  • 15 de maio de 2009 em 23:57
    Permalink

    Voltando para matar a saudade. Parabéns! Este espaço esta cada vez melhor. Gostei da materia, violência contra mulher e um ato inaceitável, despertou curiosidade, ótimo texto, muito interessante, tema muito bem escolhido. Confesso minha simpatia e admiração por seu talentoso e inteligente trabalho. Valeu ter passado aqui. Sinto-me feliz e honrado. Quero avisar que tem um “PRÊMIO” esperando por você lá no Blog, não demore! Aguardo por sua visita. Sinta-se em casa. O nosso imortal Piloto Ayrton Senna costumava dizer; “Seja você quem for, seja qual for a posição social que você tenha na vida, a mais alta ou a mais baixa, tenha sempre como meta muita força, muita determinação e sempre faça tudo com muito amor e com muita fé em Deus, que um dia você chega lá. De alguma maneira você chega lá.” Grandioso sentimento. Honrado e feliz por sua amizade, desejo muito sucesso. Volte sempre! Encontrar-nos-emos sempre por aqui. Brilhe sempre. Um ótimo e proveitoso fim de semana, proteção, paz, saúde, alegria e muitas bênçãos. Que a presença Divina nos oriente e dê sabedoria para o nosso caminhar. Um abraço fraterno.
    Valdemir Reis

    Resposta
  • 15 de maio de 2009 em 19:34
    Permalink

    Olá Malvada!
    Tava brincando com o link, é perfeitamente normal esquecermos de contemplar tantos amigos simultâneamente, ainda mais quando se muda o design do site/blog.
    Quanto à denúncia, não deixa de ser uma agressão, nesse caso à consumidora. Procure o Procon de sua cidade e faça seu relato, entre no portal do Procon e deixe sua denúncia. Funciona, pelo menos eles (aqueles que não te pagaram) vão levar umas boas duras, e quem sabe te pagam…
    Beijo

    Resposta

Deixe sua opinião aqui! Comentários com links não serão aprovados, sorry!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: